A Embraport obteve no último dia 29 de setembro, a recomendação para manutenção das normas ISO 28000, relacionada à segurança na cadeia logística, e ISO 9001, voltada para gestão da qualidade.

A Embraport foi pioneira na obtenção do certificado da ISO 28000, e é o único terminal portuário do Brasil creditado na norma desde outubro de 2014. O processo de recertificação foi concluído após duas semanas de auditoria realizada pelo órgão certificador internacional Lloyd’s Register Quality Assistance (LRQA).

Com a renovação da ISO 28000, a empresa mantém assegurado que o terminal portuário possui um rigoroso padrão de segurança em todos os processos da cadeia logística.

Celise Zilli, coordenadora da área de Qualidade da Embraport, atribui a conquista ao fato de o terminal seguir padrões de gestão e conduta internacionais aplicados nos portos mais modernos do mundo. “Temos um processo de gestão estruturado e um ponto bastante positivo da obtenção da 28000 é que ela foi essencial para outras conquistas da empresa, como por exemplo a certificação de OEA (Operador Econômico Autorizado”, destaca.

Marcel Brito, da Lloyd’s, responsável pela auditoria, acrescenta que a Embraport é uma empresa que se diferencia das outras por aperfeiçoar continuamente seus processos, o que foi fundamental para garantir a recomendação. “Os integrantes não tem medo das auditorias, mas tiram proveito delas para melhorar os processos. As normas são naturalmente incorporadas na cultura e fazem parte do dia a dia das pessoas”, explica.

Na opinião do gerente geral da Lloyd’s no Brasil, Sérgio Constantino, a Embraport investe muito em trabalhos de segurança, que são o foco desde o início das operações, e atualiza constantemente as medidas de controle, o que resulta no crescimento diário da empresa.

Vale ressaltar que a ISO 28000 foi criada em um momento controverso e com diversas ameaças de danos a carga, como atentados, ataques biológicos e tráfico de drogas. O objetivo principal da norma é garantir que as empresas mantenham o foco na segurança da cadeia logística, e tenham procedimentos que inibam a possibilidade de degradação das cargas transportadas por terceiros.

E para o próximo ano, a Embraport busca novas conquistas visando aperfeiçoar ainda mais seus processos, entre elas a certificação das normas ISO 14001, relacionada ao Meio Ambiente e OSHAS 18001, com foco na segurança e saúde dos trabalhadores.