Embraport sedia simulado de combate a derramamento de óleo no estuário de Santos

A Embraport sediará nesta quinta-feira, dia 22 de junho, a partir das 8h00, um exercício simulado de atendimento a derramamento de óleo no estuário. Situado na área continental de Santos, o local foi escolhido por sugestão dos órgãos ambientais, por ser área com presença de manguezais.

O acidente fictício faz parte do treinamento do Plano de Área do Porto de Santos e Região (PAPS), composto por 47 empresas localizadas nas margens do estuário santista. O exercício simulado do Plano de Área do Porto de Santos vai ocorrer sob comando unificado da Codesp, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Capitania dos Portos, Embraport e Defesa Civil de Santos.

Será o 1º exercício de campo com a participação de todos os signatários do Plano. O cenário vai simular o abalroamento de um navio por outro: a embarcação navegando pelo canal “perde máquina” (ou seja, os motores deixam de funcionar) e atinge outra que está atracada, provocando o suposto vazamento de 200 m3 de óleo no estuário. O primeiro combate será feito pelo Plano de Emergência Individual (PEI) da Embraport. Às 8h haverá o acionamento do PAPS. As empresas serão convocadas a enviar seus recursos destinados ao combate do derramamento de óleo no mar. Assim, será possível testar a comunicação de emergência, a mobilização de material e seus  formulários de controle de recebimento e utilização, bem como tempo de resposta. Os recursos poderão chegar por terra ou por mar.